Santa Prisca

 

Foi uma virgem e martir, muito venerada em Roma. Ela  é venerada como tendo sido a que batizou São Pedro. A tradição diz que ela teria sido martiriza nas primeiras execuções dos cristãos e teria enterrada nas catacumbas. Santa Prisca tem uma igreja na Aventine Hill.

De acordo com a Ata de Prisca, Prisca era uma moça ainda jovem, que foi condenada a morte no  anfiteatro pelos leões mas os dois leões que foram soltos em vez de ataca-la, para o espanto de todos, foram lamber os seus pés. Ela então foi enviada de volta a prisão e depois decapitada. Uma águia teria ficado vigiando seu corpo até que o mesmo foi enterrado, protegendo-o  de qualquer predador.

Foi construída na colina onde foi enterrada, uma igreja dedicada a ela.

Na liturgia da igreja católica ela é mostrada como uma jovem cristã  com dois leões a seus pés, uma espada e uma águia perto dela.

O leão  a seus pés  significa a conquista do paganismo. Ela  é venerada em Roma onde suas relíquias são guardadas na igreja de Santa Prisca e sua festa consta em calendários de 16 monastérios .

Sua festa é celebrada em 18 de janeiro