Exú

Quando se pensa em Exu é comum se lembrar daquelas entidades da esquerda que atuam em diversos lugares como, por exemplo, cemitérios e encruzilhadas e que atendem por nomes como Exu Caveira ou Tranca Ruas.

Além deles, existe também um orixá conhecido como Exu, o qual faz a ligação entre o mundo espiritual dos orixás e o mundo físico dos homens. Ele é o verdadeiro canal de comunicação entre esses dois mundos e promove a fartura, a prosperidade, proteção espiritual e a fertilidade.

Quando Exu é bem tratado ele retribui em dobro as oferendas recebidas, mas se um filho se esquecer dele poderá se ver jogado a própria sorte, já que o orixá não perdoa e pode até fechar os seus caminhos.

Exu
Exu

Lenda de Exu

Existe uma curiosa lenda sobre Exu. Conforme a mitologia africana, ele ficou sabendo que uma rainha tinha sido abandonada pelo seu rei, e por estarem dormindo em aposentados separados, ele resolveu ir ao seu encontro para entregar uma faca e dizer que se ela queria o rei de volta deveria cortar uns fios de sua barba à noite quando ele estivesse dormindo.

Logo depois, ele resolveu ir à casa do príncipe herdeiro para lhe dizer que o rei queria vê-lo a noite junto com o exército. Feito isso, procurou o rei e lhe falou que a rainha estava bastante magoada e planejava mata-lo à noite. Instruiu-lhe a fingir que dormia.

Quando anoiteceu, o rei foi se deitar e fingiu dormir. Algum tempo depois, a rainha se aproximou empunhando uma faca perto da garganta dele, que logo imaginou que ela queria mata-lo.

O rei logo a desarmou e lutou contra ela. Com a confusão, o príncipe que havia chegado com os seus guerreiros escutou e se dirigiu imediatamente para os aposentos do rei. Quando ele entrou, o rei logo pensou que seria morto e começou a gritar pelos seus guardas pessoais. Por fim, a luta acabou gerando um grande massacre.

Qualidades do Orixá

As qualidades de Exu mais conhecidas são as seguintes:

  • Aflekete – Aquele que acompanha o Odú Ogbedi;
  • Àgbá: É o pai ancestral;
  • Agabanikpe – Aquele que fica no interior de dois alguidares emborcados;
  • Agbo – Aquele que guarda o sistema divinatório de Orunmilá;
  • Agomeje – Aquele que acompanha o Odú Ogundawónrin;
  • Aiyangi Elufé – Aquele que acompanha o Odú Oyekuturá;
  • Ajelé – É o Exu de Ogbeyuno;
  • Ajonan – Possuía forte culto na região antiga de Ijexá;
  • Akpelejo – Aquele que guarda o Odú Ejiogbe;
  • Akesan – Aquele que domina os comércios;
  • Alagbana – Aquele que acompanha o Odú Oturukponbirete;
  • Alaketu – Aquele que é o dono do dinheiro;
  • Bara – É o princípio da vida individual;
  • Elebó ou Eleru – É o primeiro a ser invocado e senhor das oferendas;

Na Umbanda e no Candomblé

Exu é uma divindade bastante cultuada nas religiões afro-brasileiras. No Candomblé é tido como um orixá, já na Umbanda se junta as Pombagiras para auxiliar a quem lhe pede nos mais diversos assuntos ligados a proteção, amor, prosperidade e dinheiro.

O orixá Exu é geralmente sincretizado na Igreja Católica como Santo Antônio, cujas homenagens anuais são realizadas a cada 13 de Junho, data esta em que é comum a realização de diversas simpatias para os casos de amor.

Oferendas

Para homenagear ou fazer pedidos a Exu é só preparar o seguinte padê:

Ingredientes

  • 01 pacote de farinha de milho amarela;
  • 01 bife;
  • 01 cebola grande;
  • 07 pimentas vermelhas;
  • 01 vidro de azeite de dendê;
  • 01 garrafa de aguardente;
  • 03 charutos;
  • 01 caixa de fósforos.

Modo de preparo

Pegue um alguidar e coloque a farinha de milho junto com um pouco de dendê. Utilize as mãos para criar uma farofa bem fofa enquanto mentaliza o seu pedido. Depois, corte a cebola em rodela e refogue no dendê. Faça o mesmo com o bife.

Logo após, cubra o padê com as rodelas de cebola e coloque o bife no centro. Para enfeitar, utilize as sete pimentas. Ofereça o padê a Exu junto com os charutos e a aguardente.

Tipos de Exu

Veja a seguir alguns exus famosos:

  • Exu Tranca Ruas;
  • Sete Encruzilhadas;
  • Caveira;
  • Capa Preta;
  • Exu Tiriri;
  • Giramundo;
  • Exu Veludo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *