São Tomé Apostolo: História, Vida, Oração e Dia de São Tomé Apostolo

São Tomé Apostolo

Não se sabe muita coisa sobre os pais de São Tomé Apostolo, nem muito menos como foi a infância dele. Porém, esse santo foi muito conhecido por apresentar dúvidas, como qualquer outro ser humano.

E isso se reflete até hoje, onde as pessoas afirmam que precisam “ver para crer assim como Tomé”. No mais, nos próximos parágrafos você vai conhecer todas as informações que se tem sobre São Tomé apóstolo.

São Tomé Apostolo
São Tomé Apostolo

Biografia e História de São Tomé Apostolo

A história de Tomé se inicia com Jesus o convidando para se tornar um dos seus discípulos. Lembrando que ele era apenas um simples pescador quando o Cristo lhe convocou e fez o convite tão especial.

Dentre todos os apóstolos de Jesus Cristo, São Tomé chamava atenção por conta da sua personalidade cheia de dúvidas. Este traço é tão marcante que até hoje algumas pessoas dizem ser como Tomé, que precisam “ver para crer”.

Para ficar mais fácil entender quem foi São Tomé, existe uma passagem na bíblia que diz que ao final da Ceia, no momento que Cristo estava de saída, ele diz:

“Senhor, não sabemos para onde vais, como podemos conhecer o caminho?”

E é quando Jesus Cristo responde:

“Eu sou o caminho, e a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim”.

Assim, fica nítido que Tomé tinha muitas dúvidas e tudo isso por causa da pouca fé.

Além disso, por não está no momento em que Jesus apareceu aos seus apóstolos, Tome até mesmo duvidou que Cristo teria ressuscitado. Por esse motivo, um dos momentos mais conhecidos da vida de Tomé foi quando ele tocou nas feridas de Cristo depois de ressuscitado.

Já que até então ele continuava sem acreditar que Jesus realmente tinha morrido e ressuscitado. Neste sentido, ele representa muitas pessoas que rejeitam Cristo porque não podem vê-lo em carne e osso.

Entretanto, a fé está muito relacionada a crer, sem precisar necessariamente ver para acreditar. Após esse episódio da morte de Cristo, São Tomé se tornou missionário na Índia, onde morreu à flechadas enquanto orava.

Dia de São Tomé Apostolo

O dia de São Tomé Apostolo é celebrado na data de 3 de julho, onde a igreja católica celebra esse apóstolo.

Além disso, é necessário frisar que São Tomé apóstolo é padroeiro dos cegos, arquitetos e pedreiros.

Logo, nessa data de comemoração a esse santo todos esses fieis se reúnem e celebram a vida de Tomé.

Oração para São Tomé

A incredulidade de São Tomé Apostolo fez com que ele ficasse conhecido por muitos dessa forma. Contudo, a oração a São Tomé apóstolo é muito rezado por diversos fieis nas mais diferentes circunstâncias.

Em função disso, existem várias orações que são destinadas para esse santo. Basicamente hoje existem 4 versões da mesma oração e são elas:

  • Oração de São Tomé para pedir perdão;
  • Oração de São Tomé voltada para a renovação da fé;
  • Oração de São Tomé para ajudar a esclarecer uma dúvida;
  • Oração de São Tomé para geógrafos, construtores e arquitetos.

Então, em qualquer uma das situações da sua vida é possível recorrer a oração de São Tomé em busca de esclarecimento e fé para a tomada de decisões, por exemplo.

Santa Emília: História, Vida, Oração e Dia de Santa Emília

Santa Emília nasceu no século III, na região da Cesária, na Capadócia (atual Turquia)  sendo filha de uma das famílias mais importantes da região. Ela teve uma vida marcada pela fé, casou-se e gerou 9 filhos, sendo que 4 deles são santos, ou seja, ela é considerada uma mulher abençoada.

Abaixo você vai conhecer um pouco da biografia e história de Santa Emília. Além da oração dessa santa que também é muito poderosa.

Santa Emília
Santa Emília

Biografia e História de Santa Emília

Emília teve sua primeira educadora sendo a sua mãe, que era muito cristã e fervorosa. Passando para a menina o mesmo sentimento. Aliás, dizem que o seu pai, Tiago de Vialar, foi mártir vítima do império romano.

Logo, acredita-se que toda a vida de Santa Emília ela já foi educada para ser cristã e assim seguiu-se a sua vida toda. Quando jovem, Emília casou-se com Basílio, que também era muito cristão, e foi com ele que teve seus 9 filhos.
Inclusive, Basílio também tinha uma mãe que posteriormente foi considerada santa.

A partir desse casamento ela mudou-se para a Costa do Mar Negro afim de fugir das perseguições que aconteciam naquela época promovidas por Galério, um imperador Romano.

Posteriormente, Basílio, passou também a ser santo e foi sendo chamado de “Basílio, o Velho”, que também é celebrado pela igreja.

Como eram um casal abençoado, tiveram 9 filhos, onde 4 deles foram considerados santos e são eles:

  • Santa Macrina, a Jovem;
  • Pedro de Sebaste;
  • São Gregório de Nissa;
  • São Basílio Magno.

Já com idade avançada, santa Emília juntamente com seus filhos Pedro de Sebaste e Macrina fundaram um mosteiro.

Lá eles viveram em oração profunda, no serviço aos mais pobres e também em prol da caridade. Foi nesse mosteiro que Santa Emília faleceu e onde também foi sepultada logo em seguida.

Tornou-se então uma santa muito importante nas igrejas da Rússia, mas também é extremamente relevante para a igreja primitiva. Por isso o seu dia é comemorado pela igreja ortodoxa e também pela igreja Grega.

Abaixo você vai conhecer o dia de Santa Emília e também a data em que a sua vida é celebrada, juntamente com as dos seus filhos e marido.

Dia de Santa Emília

O dia de Santa Emília é comemorado juntamente com o do seu filho, São Basílio Magno no dia 3 de janeiro pela igreja ortodoxa Russa.

Em contrapartida, a igreja ortodoxa Grega comemora o dia da Santa em 30 de maio. Onde também é celebrado a vida de seu filho São Basílio e do seu marido, São Gregório.

Oração para Santa Emília

A oração de Santa Emília é muito proclamada por quem busca mais harmonia na família e nos lares.

Isso porque, a sua vida foi um testemunho maravilhoso do que é ser e ter uma família onde o centro é Jesus Cristo.

Aliás, sem sombra de dúvidas, a família de Santa Emília é hoje uma das mais influentes dentro do cristianismo.

Os que não se tornaram santos foram missionários, alguns pastores que testemunharam e passaram os ensinamentos de Cristo para os demais.

São Nicolau: História, Vida, Oração e Dia de São Nicolau

São Nicolau

São Nicolau é um santo da igreja católica, no entanto ele também é muito querido e amado pelos ortodoxos. Aliás, esse santo é conhecido como protetor dos comerciantes, marinheiros e, especialmente, muito amigo das crianças.

Vale ressaltar que São Nicolau é padroeiro da Rússia, da Noruega e da Grécia. Em Portugal ele é conhecido como padroeiro dos estudantes. Já na Armênia, ele é padroeiro dos guardas que trabalham na noite. Na Itália, especialmente em Bari, ele é padroeiro dos coroinhas.

No entanto, para a igreja católica ele se tornou um símbolo que está relacionado ao nascimento de Cristo. Abaixo você vai conhecer a biografia e história de São Nicolau mais profundamente.

São Nicolau
São Nicolau

Biografia e História de São Nicolau

São Nicolau é filho de nobres, nascido em Patara, localizado da Ásia Menor, por volta do século 250. Ainda muito jovem ele foi consagrado bispo de Mira, que hoje é a Turquia, lá ele desenvolveu seu apostolado.

O santo já foi aprisionado durante as perseguições do imperador Diocleciano, até que sua soltura foi decreta. Inclusive, ele foi venerado enquanto ainda estava vivo, tal era a sua fama entre os povos cristãs da Ásia.

Uma das histórias mais conhecidas relacionadas a São Nicolau é a que envolve um homem, em especial um comerciante e suas 3 filhas.

Como ele não tinha um dote para casar a filha mais vela, teve então que a prostituir para isso acontecesse. Sabendo disso, Nicolau passou na casa do comerciante e jogou um saco de ouro pela janela.

Dessa forma, o homem teve dinheiro para preparar o enxoval da filha sem precisar submetê-la a prostituição. São Nicolau fez isso posteriormente para as outras duas filhas do homem comerciante que precisam casar também.

Logo, ele não precisou mais fazer com que suas filhas se preocupassem com suas vidas.

Dia de São Nicolau

A comemoração do dia de São Nicolau é também a sua data de morte, sendo 6 de dezembro. No seu dia a igreja comemora bastante e muitos fies se deslocam até a sepultura do santo para uma peregrinação intensa.

Oração para São Nicolau

Quem busca bondade e zelo, fazer a oração para São Nicolau pode ser uma boa chance de conseguir essas características. Isso porque, mesmo sendo rico, Nicolau sempre mostrou traços de desapego material.

Quando jovem sempre se vestia de forma humildade, desprezando vaidades e também mesmo divertimentos.

Inclusive, ele costumava fazer doações de roupas, comidas e até mesmo moedas de ouros para os mais necessitados, como pobres e viúvas.

São Nicolau e o Papai Noel

Por causa da sua personalidade bondosa muitos milagres foram atribuídos a São Nicolau. Dizem que ele tinha o hábito de colocar presentes das crianças em saco, jogando-os dentro da chaminé a noite para que fossem encontrados logo pela manhã.

Isso acabou fazendo com que a sua figura fosse ligada ao Papai Noel e também ao nascimento de Jesus Cristo, que é comemorado em 25 de dezembro.

Desse modo, em alguns países ele é conhecido como Pai Natal e em outros como Papai Noel.

Santa Marcelina: História, Vida, Oração e Dia de Santa Marcelina

Santa Marcelina

Santa Marcelina é muito amada em todo mundo, especialmente pelos cristãos, por causa da sua doação e envolvimento com o catolicismo.
A santa morreu com 70 anos e teve seu nascimento documentado em Roma, na Itália.

Abaixo você conhece um pouco mais da biografia e história de Santa Marcelina.

Santa Marcelina
Santa Marcelina

Biografia e História de Santa Marcelina

Santa Marcelina foi conhecida por ter sido virgem durante toda a sua vida, além disso ela também é padroeira das Irmãs de Santa Marcelina.

Conforme se relata a história, Marcelina nasceu na Roma e era filha do prefeito de Gália. Como os seus pais faleceram muito cedo, Marcelina então passou a dedicar a sua vida para a educação dos irmãos mais novos.

Lembrando que a educação da jovem foi cristã e assim ela fez com seus irmãos. Como já tinha recebido uma formação cristã completa, Marcelina se consagrou para Deus e recebeu então o véu pelas mãos do Papa Libério.

A partir disso, ela então entrou da lista das virgens do século IV, mas continuava a viver com sua família, especialmente os seus irmãos, mesmo tendo sido consagrada.

Ela então passou a renunciar toda a riqueza que tinha e doou para os pobres.
Seu irmão Sátiro cresceu e tornou-se um grande advogado que viajou pela África em amor aos pobres.

Já o seu outro irmão Ambrósio ficou conhecido pela sua sabedoria e defendeu por muito tempo os pobres, lutando pelo Evangelho. Aliás, relatos contam que Ambrósio se tornou bispo e que Sátiro é chamado, sendo conhecido por São Sátiro.

Com a morte dos irmãos, Santa Marcelina fica só e então em 17 de julho ela deixa o seu corpo terreno. Uma capela foi erguida em homenagem a santa e é lá onde está localizado os restos mortais de Marcelina.

Em homenagem a santa foi fundado então o instituto religioso voltado para a educação de jovens, chamado de Irmãs de Santa Marcelina. Hoje a congregação de Marcelina está presente em cerca de 8 países.

Prestando então serviço de educação, assistência social e saúde. Onde a missão principal do instituto é educar, construir e curar aqueles que precisam.

Aliás, as Irmãs da Santa se propõem a transformar a sociedade com base no Evangelho. A seguir você vai conhecer o dia que se comemora a data de Santa Marcelina e também a sua oração poderosa. Veja!

Dia de Santa Marcelina

A comemoração do dia de Santa Marcelina ocorre na data da sua morte, em 17 de julho. Seu dia é muito comemorado pelos cristãos, especialmente porque a santa consagrou a sua vida em prol da piedade.

Por esse motivo, hoje ela é conhecida por ser um modelo de educação e fé. Em função disso, o seu instituto nasceu para que outras mulheres possam oferecer a mesma educação que a santa deu aos seus irmãos, Ambrósio e Sátiro.

Oração para Santa Marcelina

A oração para Santa Marcelina é muito proclamada por aqueles que buscam humildade e sabedoria. Inclusive, na sua oração as pessoas pedem por fervor e esperança, que era muito característico de Marcelina.

São Marcos Evangelista: História, Vida, Oração e Dia de São Marcos Evangelista

São Marcos Evangelista

São Marcos Evangelista é conhecida por ter feito um trabalho missionário muito bonito. Aliás, ele é conhecido por ser o autor do Evangelho Segundo São Marcos, além de ser o fundador da igreja de Alexandria.

Na bíblia não se conta muito sobre a história da sua mãe e nem do seu pai. Mas é sabido que São Marcos foi importante. Já que ele foi um dos primeiros discípulos de São Pedro.

Abaixo relatamos a biografia e história de São Marcos Evangelista de forma mais aprofundada.

São Marcos Evangelista
São Marcos Evangelista

Biografia e História de São Marcos Evangelista

São Marcos é de origem hebraica, especialmente da tribo de Levi. Como o habitual, os hebreus recebem dois nomes, sendo ele Marcos e o outro João.

Sua mãe é mencionada na Bíblia por causa da relevância do filho. Sendo então conhecida como Maria, mãe de João.

Com seu primo Barnabé e São Paulo, São Marcos Evangelista fez sua primeira viagem apostólica e foi onde tomou gosto por essas atividades. No entanto, posterior a isso ele se afastou um pouco da sua fé cristão, sua volta é datada depois como um dos discípulos de Pedro.

Aliás, foi Pedro que restituiu a fé de São Marcos Evangelista e na festa de Pentecoste então ele recebeu o santo batismo. Posterior a isso Marcos viajou bastante. Passando alguns anos em Roma, onde pregou o evangelho em alguns países vizinhos da região, com Chipre e Egito.

As conversões em que ele pregava contava com milhares de pessoas, que passavam a se converter também ao cristianismo por causa das palavras de Marcos. O santo é conhecido por ser fundador da igreja de Alexandria. Pois foi lá onde ele trabalhou e montou então o seu local de oração.

Hoje Alexandria é uma região onde se encontra das igrejas mais prosperas de São Marcos.

Dia de São Marcos Evangelista

O dia de São Marcos Evangelista acontece na data de 25 de abril, que também refere-se a sua morte.

No período em que ele viveu havia muitas perseguições contra cristãos e em uma missa de páscoa o santo foi martirizado. Anos depois então, as suas relíquias foram transladas para a Veneza, cidade em que São Marcos Evangelista acabou por se tornar padroeiro.

Oração para São Marcos Evangelista

A oração para São Marcos Evangelista é voltada especialmente para aqueles que buscam proteção.

Por esse motivo, todos que pedem benção e proteção contra os males da vida rezam a oração desse santo, já que ela é bem forte.

Evangelho de São Marcos Evangelista

No ao de 42 especificamente, Pedro teve que se ausentar de Roma e entregou a responsabilidade da viagem apostólica para Pedro.

Atendendo assim o pedido dos primeiros cristãos da região que fosse deixado um documento escrito. Onde estivesse presente tudo que ouviram sobre os milagres de Jesus, São Marcos então escreveu o evangelho.

No Evangelho de São Marcos Evangelista é relatado quem é Jesus, onde consta suas práticas e atividades. Fazendo então todos entenderam que Cristo é o messias, o Filho de Deus.

Senhor do Bonfim: História, Vida, Oração e Dia de Senhor do Bonfim

Senhor do Bonfim

O Senhor do Bonfim nada mais é que uma representação de Jesus Cristo, que hoje é alvo de muita devoção por parte dos brasileiros. Sem contar que o culto para esse santo é muito parecido com o da Virgem Maria, que também é recebe diversos nomes na igreja católica.

No mais, a imagem o Senhor do Bonfim é representada por Jesus crucificado. Abaixo vamos entender um pouco mais sobre a história e início dessa celebração, bem como compreender mais sobre o Senhor do Bonfim no Candomblé.

Senhor do Bonfim
Senhor do Bonfim

Biografia e História do Senhor do Bonfim

Não existem histórias referentes ao Senhor do Bonfim, mas há histórias sobre como ele chegou no Brasil.

Primeiramente, ele foi introduzido por um marinheiro português chamado de Theodósio Rodrigues Farias, dono de alguns navios negreiros. Dessa maneira, ele fez uma promessa que caso sobrevivesse as tempestades do mar, traria para o Brasil a imagem do santo e assim aconteceu.

Com a chegada do santo em terras brasileiras, em especial em Salvador, Theodósio juntamente com outras pessoas criaram uma irmandade com a intenção de fazer com que a devoção ao Bonfim acontecesse.

Em razão disso, aos poucos foram conseguindo e hoje a festa do Senhor do Bonfim é uma das mais reconhecidas e comemoradas na capital baiana.

Dia do Senhor do Bonfim

O dia do Senhor do Bonfim é comemorado com a lavagem das escadarias da igreja que também leva o seu nome. Normalmente, esse evento acontece na quinta – feira antes do segundo domingo depois do Dia de Reis (6 de janeiro).

A partir disso, a festa em comemoração ao Senhor do Bonfim se estende até o dia de domingo. Essa festa é tão importante que foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, ganhando então a denominação de Patrimônio Imaterial.

Oração para o Senhor do Bonfim

Considerado o padroeiro não oficial da Bahia, o Senhor do Bonfim tem uma das orações mais poderosas. Inclusive, a oração ao Bonfim pode ser feita em qualquer momento, já que ela tem o intuito de dar força.

Isso porque, esse santo é representado pela figura de Jesus Cristo, logo é obvio que não existem limitações para se fazer essa oração.

A partir disso, você então pode ficar à vontade para rezar a oração sempre que sentir necessidade, sem qualquer restrição.

Senhor do Bonfim no Candomblé

No Candomblé, o Senhor do Bonfim é corresponde de Oxalá, um deus dessa religião africada. Por esse motivo, é comum que durante a lavagem das escadarias da igreja do Bonfim se veja pessoas que são do Candomblé.

A igreja católica percebendo a camuflagem de um deus africano dentro do templo deles, proibiu que fosse feito a lavagem dentro da igreja e transferiu o ritual para fora.

Assim, a lavagem é realizada com as portas da igreja fechadas, onde águas são despejadas na escadaria e são entoados cânticos africanos.
No mais, as comemorações são estendidas até o domingo e a igreja católica tem os seus rituais e o Candomblé também apresenta os seus.

Sagrado Coração de Jesus: História, Vida, Oração e Dia de Sagrado Coração de Jesus

Sagrado Coração de Jesus

A Igreja, governada e ensinada pelo Espírito Santo, aprovou e recomendou a devoção ao Sagrado Coração de Jesus.  Jesus então exibe ao mundo Seu Sagrado Coração como o símbolo do amor infinito de Deus – e símbolo também de Seu próprio amor pelos homens.

Cristo mostra o Seu Divino Coração como uma fornalha cujos ardentes raios de amor que são capazes de reanimar a fé e reacender o amor em corações frios e ingratos.

Sagrado Coração de Jesus
Sagrado Coração de Jesus

História do Sagrado Coração de Jesus

Após uma fase bastante complicada, onde o medo de receber o Jesus eucarístico era muito presente, Cristo então resolveu mostrar seu coração humano e misericordioso a Santa Margarida.

A partir disso então, a celebração do coração de Jesus teve grande repercussão e se espalhou por toda a igreja católica. Isso porque, Santa Margarida Maria recebeu a importante missão de espalhar no mundo o que lhe foi mostrado.

Por esse motivo, por muito tempo ela foi perseguida e incompreendida por várias pessoas.

Entretanto, com ajuda do jesuíta São Cláudio La Colombiére, ela conseguiu fazer com que a sua mensagem fosse ouvida de forma efetiva.

Dia do Sagrado Coração de Jesus

O dia do Sagrado Coração de Jesus é uma comemoração móvel. Ou seja, não existe uma data certa. Isso porque, ele é comemorado na segunda sexta feira depois do Corpo de Cristo.

Por esse motivo, é considerado uma das celebrações do Tempo Comum. Normalmente, a solenidade dessa data acontece com muito louvor e adoração, onde é lembrado que Jesus também foi um homem, muito além de ser Deus.

Para muitos católicos, foi por meio desse coração que as portas do céu foram abertas e assim nasceu a igreja de Jesus Cristo.

Oração ao Sagrado Coração de Jesus

A oração ao Sagrado Coração de Jesus é voltada especialmente para aqueles que buscam a salvação e proteção. Assim, rezando com sinceridade e devoção é possível alcançar a verdadeira fé em Cristo.

Significado e Simbologia do Sagrado Coração de Jesus

Existem alguns significados e simbologias no Sagrado coração de Jesus, vamos conhecer abaixo.

O coração exibido fora do peito

O coração fora do peito é uma forma de demonstrar o amor de Deus para com as pessoas. É como se ele estivesse dizendo: meu coração bate por vocês.

Logo, essa é uma maneira de Cristo demonstrar que ama a todos infinitamente.

O coração em chamas

O coração em chamas é uma forma de revelar que esse amor está sempre vivo. Então, esse amor não é passado, pois ele está vivo hoje e nesse exato momento também.

O coração com espinhos

O coração com espinhos é a forma que Cristo se sente quando as pessoas são indiferentes ao amor dele.

Os gestos

Jesus aponta para o seu coração com um gesto de convite para que as pessoas se aproximem do amor dele.

As chagas

As chagas é uma das maneiras de relembrar o que Cristo passou na cruz por amor.

O manto vermelho

A cor vermelha remete ao sangue, mas também lembra o amor vivo de Deus.

A túnica branca

Já a túnica branca é uma forma de representar a pureza de Jesus Cristo.

Zé Pilintra: História, Vida, Oração e Dia de Zé Pilintra

Zé Pilintra

Zé Pilintra como é conhecido na Umbanda, faz parte da linhagem dos Malandros dentro dessa religião africana. Sendo assim, ele é uma representação daqueles que hoje se encontram marginalizados dentro da sociedade.

Dentro desse contexto, ele é visto com um espírito humilde, frequentador de bares, amante da vida noturna e apaixonado por jogos.

Logo, ele é uma forma de mostrar que nem todas as pessoas que se encontram marginalizadas são um ameaça, já que ele não faz mal a ninguém. Abaixo vamos conhecer um pouco da história do Zé Pilintra.

Zé Pilintra
Zé Pilintra

História do Zé Pilintra

A história mais conhecida do Zé Pilintra, que nessa época era chamado de José dos Anjos, é que ele é oriundo do Bodocó, uma região no estado de Pernambuco.

Por causa de uma grande seca que assolava a região, ele precisou então se mudar para a capitão, que é Recife. Infelizmente, ele acabou por perder a sua família e assim ficou sem ter para aonde ir.

Como consequência, se tornou um morador de rua que se sustentava da forma que dava. Alcançando a idade adulta se mudou para o Rio de Janeiro e ficou também conhecido nessa região, onde passou a residir nas favelas que estavam em construção naquela época.

Características e Qualidade de quem carrega o Zé Pilintra

Zé Pilintra é a única entidade que faz parte de 2 rituais opostos, um do da Linha Esquerda e outro da Linha Direita. Uma das suas principais características é o linguajar mais simples e boêmio, pois foi assim que ele levou a sua vida.

Além disso, ele era descontraído e fazia caridade, ajudando as pessoas sempre que podia. Por esse motivo, ele é uma das entidades que descarrega o ambiente das energias negativas, afastando todo mal.

Ao contrário do que muitos acreditam, quem carrega seu Zé não é mulherengo e nem tão pouco desocupado. Quem carrega o Zé Pilintra na sua vida é brincalhão, mas sabe levar a sério as suas responsabilidades.

Ele apenas fica junto de quem faz o bem e tem compromisso, caso contrário ele se afasta rapidamente.

Confira mais entidades da Cultura Afro brasileira:

Como Zé Pilintra Morreu?

Zé tinha muitas habilidades e uma delas era o manuseio de facas, por isso ninguém tinha coragem de enfrenta-lo, nem mesmo a polícia. Assim, pouco se sabe como foi a morte dele, mas afirma-se que aconteceu pelas costas.

Isso porque, ninguém estava de verdade a sua altura para um combate frente a frente.

Oferendas e Como Agradar o Zé Pilintra?

Se você quer levar oferendas para Zé Pilintra saiba que ele gosta de coisas que tem a sua origem no Nordeste.

Dentre elas podemos destacar:

  • Farofa;
  • Linguiça frita;
  • Sardinha;
  • Queijo coalho;
  • Coco;
  • Rapadura;
  • Carne seca com abóbora.

Além disso, você ainda consegue agradar seu Zé levando cerveja gelada, moedas, cigarros, jogos e até mesmo velas.

Os principais pontos de força dessa entidade se encontram nas esquinas, encruzilhadas, ladeiras e morros.

No mais, é válido ressaltar que todo tipo de oferenda deve ser feito de forma orientada por alguém do Candomblé ou Umbanda.

Pomba Gira: História, Vida, Oração e Dia de Pomba Gira

Pomba Gira

Pomba Gira recebe diversos nomes, como Pombajira, Bombo Gira e Pampu Njila e conhecida como a entidade das mulheres e do amor. Por causa das mais diferentes influências culturais, hoje ela tem a sua imagem muito distorcida do que é realmente.

Entretanto, a verdade é que a sua história é cercada de mistérios, então é preciso entender que ela não é cultuada em todas as linhas. No mais, ela luta contra pensamentos e comportamentos machistas, não se subjugando e sendo poderosa e destemida. Abaixo conheça mais sobre!

Pomba Gira
Pomba Gira

História da Pomba Gira

Como dito anteriormente, não se sabe muito sobre a história da Pomba Gira, já que existem diversas versões que a cercam. Todavia, podemos afirmar que em todas as histórias ela é retratada como uma mulher muito sedutora.

Por esse motivo, sempre tem paixões ao redor dela, assim ela vivia a sua vida da forma que achava melhor, sem se preocupar com que os outros falavam ou achavam.

Uma das principais versões da sua história dizem que ela encarnou em Maria Padilha e conquistou o amor de Dom Pedro I, tornando-se a sua amante. Aos poucos começou a influenciá-lo na tomada de decisões referentes ao castelo.

Muitos afirmaram que esse amor todo de Dom Pedro por ela era fruto de um feitiço, já que ele largou a esposa para casar-se com ela.

Características e Qualidades de quem carrega a Pomba Gira?

A Pomba Gira é uma mulher que é sedutora e tem em si toda a beleza do povo cigano. Por isso, ela é sempre representa por uma mulher envolta de paixões arrebatadoras.

Além disso, ela consegue prever o futuro assertivamente, pois é bastante sábia e cheia de cultura. Quem carrega a Pomba Gira possui são as pessoas mais diversas, por isso não há uma determinação sobre as características delas.

Tipos de Pomba Gira

A Pomba Gira possui diversas características, por isso há vários tipos dessa entidade.

Dentre elas podemos citar:

  • Maria Padilha – É conhecida por ser a protetora das prostitutas e rainha do cabaré;
  • Sete encruzilhadas – Um dos tipos de Pomba Gira mais conhecido, que é caraterizado por suas cores vermelhos e por amar whisky;
  • Cigana – É caracterizada por amar a liberdade e afastar espíritos considerados obsessores;
  • Maria Mulambo – É sensual e gosta de se vestir bem, apresentando um temperamento amigável;
  • Menina – É representada por uma menina e protege outras meninas que sofrem violência sexual;
  • Sete saias – Ajuda em questões relacionadas ao amor, saúde, dinheiro e trabalho.

Como visto, há muitas versões e todas elas apresentam diferenças entre si.

Oferendas e Como agradar a Pomba Gira?

Cada Pomba Gira tem formas diferentes de se agradar, mas podemos afirmar que todas elas gostam de:

  • Farofa;
  • Mel;
  • Azeite de Oliva;
  • Cachaça;
  • Perfume;
  • Pães;
  • Bifes;
  • Cebolas;
  • Frutas.

Todas essas oferendas podem ser levadas junto com licor, cigarro, espumante e whisky, por exemplo.

No mais, só faça as oferendas acompanhado de um guia espiritual que possa lhe auxiliar. Isso porque, fazendo isso você vai garantir que realmente está agradando a Pomba Gira exatamente como você deseja.

São Januário: História, Vida, Oração e Dia de São Januário

São Januário

São Januário é um dos mais conhecidos e amados pelos fies da igreja católica.
Isso porque, a sua história, até hoje, é cheia de milagres que enchem o coração dos cristãos de fé. Abaixo vamos conhecer um pouco da história desse santo chamado de São Januário.

São Januário
São Januário

Biografia e História de São Januário

São Januário viveu no final do século II e se tornou bispo muito cedo da cidade de Benevento, próximo a Nápoles.

Por ser Cristão, Januário estava sempre pronto para testemunhar com o próprio derramamento de sangue, se fosse preciso, o seu grande amor por Cristo. Isso porque, na época em que ele viveu a igreja católica estava sofrendo constante perseguições.

Desse modo, era comum que cristãos foram mortos apenas por levarem a palavra de Jesus Cristo. Durante o seu exercício de bispo, foi conhecido por ser sábio, bondoso e zeloso.

Entretanto, ele foi preso e condenado junto com os diáconos a se tornar comida dos leões. Igual a história de alguns profetas, as feras lamberam São Januário e os diáconos, mas não chegaram a avançar.

Por causa disso, as autoridades decretaram que era necessário decapitá-los e assim foi feito. Alguns cristãos então recolheram o sangue do santo para conservá-lo como relíquia.

Em seguida, ele passou a ser venerado como santo protetor do vulcão Vesúvio e também das erupções.

Dia do São Januário

No dia 19 de setembro é comemorada na igreja católica o São Januário, onde são feitas diversas celebrações. Aliás, essas comemorações acontecem especialmente em Nápoles, onde o santo é padroeiro da região.

Oração para São Januário

A oração para São Januário é muito forte e é utilizada por diversos fieis como forma de pedir proteção ao santo. Aliás, a oração de São Januário pode ser feita por quem deseja se aproximar cada vez mais de Cristo.

Isso porque, o santo pode ser um intercessor, já que a sua vida foi uma prova de amor a Jesus.

Sangue de São Januário

O sangue de São Januário ainda hoje é preservado e se encontra em Nápoles, no sul da Itália. O que torna o sangue desse santo tão importante é um milagre que faz com que a massa do sangue de São Januário sofre liquefação.

A realidade é que nunca ninguém conseguiu explicar o que acontece, mas existem algumas ocasiões especiais em que o sangue se torna líquido e são elas:

  • No aniversário do milagre que protegeu a região de Nápoles da erupção de um vulcão, dia 16 de dezembro;
  • Na sua festa na igreja católica, dia 19 de setembro;
  • No aniversário dos seus restos mortais, mas especificamente de transladação, que acontece no sábado anterior ao primeiro domingo de maio.

Nessas datas então, nas presenças do fies, o sacerdote ou bispo apresenta o sangue de Jesus na frente de uma urna que apresenta a cabeça de São Januário.

Ao agitar então, a massa se torna líquido, onde o sangue se torna avermelhado e, por vezes, até borbulha. Logo em seguida então o sacerdote anuncia “O milagre aconteceu”.