São Jerônimo: História, Oração, Biografia e Dia de São Jerônimo

São Jerônimo, também conhecido como Jerônimo de Estridão, foi um renomado sacerdote cristão. Ele se popularizou por ter sido o primeiro religioso a traduzir a Bíblia para o latim, tornando os textos sagrados acessíveis à população.

Além de ser considerado o padroeiro dos tradutores e dos secretários, o santo, que também foi teólogo e historiador, é tido como doutor pela Igreja, sendo, portanto, muito cultuado e prezado pelos católicos.

São Jerônimo de Caravaggio
“São Jerônimo”, Caravaggio, 1606

História de São Jerônimo

São Jerônimo, batizado como Eusébio Sofrônio Jerônimo, nasceu no ano de 347, na extinta cidade de Estridão.

Procedente de uma família devota e rica, o sacerdote recebeu uma excelente educação, tanto no âmbito religioso quanto no viés intelectual, o que impulsionou fortemente o seu interesse pelo conhecimento. Assim, quando os seus pais faleceram, ele decidiu morar em Roma, para se dedicar aos estudos.

Embora fosse cristão, Jerônimo não recebeu o batismo enquanto criança. Então, aos 25 anos, ele decidiu que passaria pelo rito, o que foi decisivo para a sua vida. O sacramento fez surgir no jovem um grande desejo pela vida religiosa, de modo que ele escolheu se mudar para o Estado de Gália, a fim de viver em uma comunidade de monges.

Depois de passar um período nessa congregação, Jerônimo decidiu que carecia de um exílio mais rigoroso. Então, ele se isolou no deserto, onde passou por um severo e extenso fortalecimento.

Exílio de São Jerônimo Cenas da Vida de São Jerônimo Sano di Petro 1444
São Jerônimo durante seu isolamento, “Cenas da Vida de São Jerônimo”, Sano di Petro, 1444

De lá, o sacerdote seguiu para Constantinopla, capital do Império Romano. Na cidade, ele se encontrou com São Gregório, que o influenciou a estudar os textos bíblicos. Jerônimo, então, passou a se dedicar de modo árduo a isso, tornando-se rapidamente popular pelo conhecimento que possuía nessa área.

A fama do religioso se espalhou de tal modo que Dâmaso I, então chefe da Igreja Católica, chamou-o para traduzir a Bíblia. Embora essa atividade tenha exigido anos de dedicação do sacerdote, ele conseguiu transpassar os escritos para o latim de maneira extremamente fiel.

Após ter concluído esse trabalhou, Jerônimo decidiu se mudar para Belém, indo morar em um dos mosteiros construídos por Santa Paula. Lá, ele continuou a se ocupar com a teologia e com os textos sagrados.

Em 416, o sacerdote teve que se refugiar de partidários que estavam ameaçando-o. Então, ele se exilou em um reduto próximo à Cidade Santa, onde permaneceu até o ano de 420, quando veio a falecer.

São Jerónimo e o Leão, Fra Filippo Lippi
“São Jerónimo e o Leão”, Fra Filippo Lippi, 1406

Durante seus últimos anos, se passou uma das histórias mais famosas de São Jerônimo. Enquanto vivia em um mosteiro na terra santa, São Jerônimo foi visitado por um leão com a pata machucada. Sua pata estava perfurada por um espinho.

São Jerônimo recebeu o leão em seu mosteiro, removeu o espinho de sua pata e tratou a fera como se fosse um animal doméstico. Em pouco tempo, a pata ferida curou, e o leão passou a proteger o monastério.

Dia de São Jerônimo

Para a realização das comemorações de São Jerônimo, a Igreja Católica escolheu o dia 30 de setembro, que marca o aniversário de morte do santo. A Igreja Ortodoxa, por outro lado, celebra o monge em outra data, no dia 15 de junho.

Conheça também outros santos:

Oração a São Jerônimo

Como explicitado anteriormente, São Jerônimo dedicou a sua vida aos estudos bíblicos. Dessa forma, as preces em seu nome costumam ter o intuito de clamar por ajuda para com o propósito de aceitar as ideias e normas que são transmitidas por meio dos textos sagrados.

Além disso, algumas súplicas se caracterizam por pedir o auxílio do santo na realização de desejos difíceis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *