Santo Amaro

Santo Mauro, ou Santo Amaro – como é mais conhecido no Brasil – foi um monge que nasceu em Roma (Itália), vivendo, provavelmente, do ano de 512 ao de 584. Esse santo foi um dos que se tornaram muito populares por intercederem em prol das pessoas adoentadas.

Santo Amaro
Santo Amaro

Dia de Santo Amaro

O dia de Santo Amaro dedicado às comemorações litúrgicas é o dia 15 de janeiro, a mesma data de sua morte.

Oração de Santo Amaro

Santo Amaro é uma das figuras mais cultuadas no cristianismo, tanto no catolicismo, como em várias outras religiões cristãs, havendo distintas orações destinadas a ele. Destas, a maioria é usada como modo de pedir a mediação do Santo na cura de enfermos acometidos por algumas doenças específicas, tais como enxaquecas, gripes, paralisias e problemas articulares e ósseos. Confira a oração de Santo Amaro abaixo:

Conheça:

 Vida de Santo Amaro

Filho de Eutíquio, um senador, e de Júlia, uma nobre da época, Amaro pediu aos seus pais para ingressar na vida religiosa aos 12 anos, logo após sonhar com uma mensagem que lhe dizia que ele seguiria rumo à santidade, caso optasse em se comprometer com Jesus Cristo, dedicando-lhe a sua vida.

Eutíquio, seguindo a vontade de seu filho, teria então decidido que Amaro iria para o mosteiro presidido por São Bento, que adotou o garoto como filho postiço, ensinando a ele muitos de seus conhecimentos.

Amaro era, de acordo com os manuscritos existentes, um modelo de dignidade e obediência, sendo um dos seguidores de maior confiança de São Bento e sido incutido de realizar diversas tarefas importantes, tal como a de comandar, em 535, um mosteiro situado na França.

A causa da morte de Santo Amaro mais aceita foi a que um monge, conhecido como Fausto, relatou em seus documentos; estes contam que Amaro teria falecido com mais se setenta anos, na época em que a peste negra se espalhou pelo mosteiro onde habitava. Os escritos dizem também que o Santo teria vivido em agonia por quase seis meses antes de finalmente vir a óbito, no dia 15 de janeiro de 584.

Muitos dos pertences que possivelmente pertenceram ao Santo estão armazenados no mosteiro de Montecassino, na Itália, um dos locais onde ele viveu grande parte de sua vida.

História

O milagre mais famoso de Santo Amaro, o qual teria sido um dos grandes responsáveis pela sua canonização, conta que em certo dia, rotineiro até então, São Bento teria tido uma visão de Plácido, primo de Amaro, afogando-se em um pequeno Rio. Bento, então, teria chamado Amaro e pedido a ele que tentasse salvar o garoto; o Santo focou-se de tal modo na realização desta tarefa que, sem notar, andou sobre as águas e foi até o seu primo, salvando-o.

Quase todas as demais graças do Santo referem-se à cura de enfermos, sendo destes milagres que provém a sua fama de curandeiro. Um desses contos mais populares narra que Amaro, ao encontrar um garoto que era mudo e paralítico, teria curado total e definitivamente o menino ao fazer apenas uma oração e um sinal da cruz sobre cabeça dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *