São Longuinho: História, Vida, Oração e Dia de São Longinho

São Longuinho, que também é chamado de Longino, simboliza uma das principais figuras do catolicismo, sendo amplamente cultuado como o patrono dos esquecidos e como o santo dos objetos perdidos.

Acredita-se que ele tenha sido o guerreiro romano que reconheceu Jesus Cristo como o Salvador, após a morte do Messias.

São Longuinho
São Longuinho

História de São Longuinho – Quem foi?

Acredita-se que Longino foi um soldado romano. Ele teria sido um dos escolhidos para acompanhar Jesus pela Via Dolorosa – que foi o caminho que o Messias teve de percorrer até o Monte Calvário, onde foi crucificado.

Nessa época, era norma que os sentenciados perecessem até o pôr-do-sol. Assim, para confirmar que Jesus estava realmente morto, um dos guerreiros presentes, que teria sido Longuinho, o feriu com uma lança. Ao fazer isso, uma mistura de sangue e água começou a brotar da ferida, respingando nos olhos do soldado e sarando-o de uma doença que ele tinha nos olhos.

Então, quando Longuinho percebeu que havia sido curado, ele reconheceu Cristo como o Filho de Deus, convertendo-se ao Cristianismo e abandonando o exército romano.

Depois da deserdação, o guerreiro teria fugido para Capadócia, onde foi descoberto e entregue a Pilatos. O governador, então, teria condenado o soldado à morte, após não conseguir obrigá-lo a negar a sua fé, mesmo depois de longas torturas.

Oração de São Longuinho

Como pôde ser visto, São Longuinho usufruiu da compaixão de Cristo mesmo depois de ter contribuído para a sua crucificação. Assim, muitas das orações destinadas à figura servem para pedir o seu auxílio na tentativa de alcançar o perdão de Deus, além de servirem para pedir a sua intervenção no ato de trilhar um caminho honesto e digno.

Também, existem várias súplicas que servem para rogar pela ajuda do santo na tentativa de encontrar alguma coisa perdida. E, além dessas preces, há uma simpatia muito famosa com esse mesmo intuito, que é a de prometer três pulinhos a São Longuinho, caso ele ajude a pessoa localizar determinado objeto.

Milagres de São Longuinho

Como mencionado acima, São Longuinho é popular por auxiliar os seus devotos a encontrarem objetos perdidos. E, além de ser o autor dessas graças, o santo é tido como o responsável pelo seu próprio processo de canonização.

Conta a história que o Papa Silvestre II, em 999, tinha feito com que o procedimento necessário à santificação de Longuinho avançasse bastante. No entanto, faltavam alguns documentos, que tinham se perdido ao longo dos anos.

Então, o Papa teria rogado pela intercessão do santo, que, pouco tempo depois do pedido, o ajudou a encontrar esses papéis. Desse modo, a canonização pôde ser concluída.

São Longuinho na Umbanda

Na Umbanda, São Longuinho foi sincretizado com o Ogum Sete-Lanças, um dos falangeiros de Ogum.

De acordo com as lendas, esse mensageiro se caracteriza por vestir as cores vermelha e prata, por sempre carregar sete espadas e por se ligar à energia de Ogum. O Orixá costuma enviá-lo aos terreiros com a finalidade de proteger os seus filhos contra os males que possam atingi-los, tendo, portando, uma função semelhante a do Caboclo Sete-Flechas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *