São Luís Gonzaga: Oração, História, Vida de São Luis Gonzaga

São Luís Gonzaga foi um nobre italiano que viveu no século XVI.  Tendo sido beatificado e canonizado, o santo é bastante cultuado pelos católicos, sendo visto como o padroeiro da juventude, dos estudantes e dos seminaristas.

São Luís Gonzaga
São Luís Gonzaga

Dia de São Luís Gonzaga

O dia de São Luís Gonzaga elegido para as festividades litúrgicas foi o dia 21 de junho, que marca o aniversário de morte da figura.

Oração de São Luís Gonzaga

Em razão de São Luís Gonzaga ser o padroeiro da juventude, a grande maioria das preces destinadas ao santo serve para pedir a sua intercessão pelos jovens.

Ademais, também é comum que essas orações roguem pelo auxílio da figura no ato de manter-se afastado do mal e do pecado. Leia abaixo uma oração de São Luís Gonzaga.

História de São Luís Gonzaga

São Luís Gonzaga nasceu em 1568, em Roma. Sendo o filho mais velho do Marquês de Castiglione, que era o comandante do exército imperial, ele foi criado para que continuasse a carreira de seu pai. Porém, conjuntamente a essa educação austera, o menino também foi introduzido ao cristianismo, o que acabou definindo e mudando completamente o seu futuro.

Quando tinha 11 anos, Luís foi enviado à Espanha, onde pôde servir como pajem do filho de Dom Filipe II, dedicar-se à filosofia e aprofundar-se no nos escritos cristãos. Assim, aos 14 anos, ainda em terras espanholas, o santo finalmente recebeu a sua primeira comunhão, que foi dada ao jovem pelo Cardeal Carlos Borromeu – que viria a ser canonizado após a sua morte. Esse momento foi decisivo na vida de Luís, que decidiu, após a emoção que vivenciou, tornar-se um jesuíta.

O pai do menino, porém, recusou veementemente essa ideia e tentou dissuadi-lo de diversas formas, levando-o, inclusive, a festas e a festins que ofereciam os mais variados prazeres profanos. Luís, no entanto, manteve-se fiel à sua decisão, de modo que o marquês acabou por aceitar a decisão do filho. O santo, então, ingressou na Companhia de Jesus de Roma, abrindo mão do seu título de nobreza e dos seus bens materiais para isso.

Depois de certo tempo, Luís acabou saindo de Roma, indo aonde fosse necessário para continuar a sua formação. No entanto, em 1590, o santo retornou à sua cidade natal. Quando chegou lá, ele se deparou com uma situação caótica, que vinha sendo causada por um surto de tifo – doença infecciosa. O jesuíta, então, começou a ajudar os enfermos do modo que podia, até que ele próprio contraiu a moléstia, vindo a falecer em 1591, aos 23 anos.

Milagres de São Luís Gonzaga

Um dos feitos mais espantosos de São Luís aconteceu quando o santo, junto à sua mãe e ao seu irmão, foi à Monteferrato, uma cidade italiana.

Durante o percurso, o carro que levava os três dividiu-se em duas metades, no momento em que atravessava uma torrente. A parte da frente ainda conseguiu cruzar o rio, mas a de trás, que transportava Luís, foi carregada pela força da água.

Percebendo o perigo que corria, o santo rogou por uma intercessão divina. Então, a metade do carro que o carregava foi de encontro a um tronco de madeira, estacando, de modo que Luís pôde esperar por ajuda à salvo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *