Nossa Senhora do Desterro: Oração, Novena, História e Dia

Nossa Senhora da Fuga, Nossa Senhora dos Desterrados ou Nossa Senhora do Desterro, como é popular, simboliza um dos títulos da Virgem Maria que são cultuados pela Igreja Católica.

A veneração a essa invocação mariana surgiu com o Evangelho de Mateus, que narra, em uma de suas passagens, a fuga de Maria, de José e do menino Jesus para o Egito. Aliás, é exatamente por conta disso que esse dogma é tido o protetor daqueles que saíram de sua terra em busca de trabalho ou de melhores condições de vida.

Nossa Senhora do Desterro
Nossa Senhora do Desterro

Dia de Nossa Senhora do Desterro

O dia de Nossa Senhora do Desterro que a Igreja Católica escolheu para as festas litúrgicas foi o 02 de abril, data que é mantida até hoje.

Oração de Nossa Senhora do Desterro

Como Nossa Senhora do Desterro é considerada a padroeira dos emigrantes, grande parte das preces em seu nome servem para rogar pela proteção e pelo conforto destes.

Ademais, também há várias orações que pedem pelo auxílio da Virgem na cura de doenças e na realização de causas impossíveis. Confira abaixo uma oração de Nossa Senhora do Desterro:

História de Nossa Senhora do Desterro

Como foi descrito acima, o culto a Nossa Senhora do Desterro começou devido à migração forçada que a Sagrada Família fez, saindo de Judeia em direção ao Egito.

Essa mudança foi necessária pois Herodes, o rei da época, havia determinado que todos os recém-nascidos do sexo masculino fossem assassinados, uma vez que o soberano temia o que poderia resultar do nascimento de Jesus.

Assim, em razão de Maria ter se exilado para proteger e salvar o seu filho, ela passou a ser vista como a defensora e a cuidadora dos indivíduos que tiveram que sair de sua cidade ou país, encarregando-se de resguardá-los dos males e das doenças do mundo.

Nossa Senhora do Desterro no Brasil

Nossa Senhora do Desterro é uma das invocações marianas que sempre foram cultuadas no Brasil, tendo sido introduzida no contexto do país ainda durante a colonização.

Isso porque, como nessa época havia muitos portugueses em terras brasileiras, os estrangeiros começaram a devotar intensamente esse dogma de Maria, clamando para que a Virgem os confortassem e os protegessem.

Com isso, o culto a essa aparição apenas cresceu no país, tanto que diversas igrejas foram erguidas em sua honra. Inclusive, um dos locais escolhidos para a construção de um desses templos foi Florianópolis, a capital de Santa Catarina, que passou a ter Nossa Senhora do Desterro como padroeira, desde que o Papa Pio X abençoou a catedral construída na cidade.

Representação da Santa

Na maior parte de suas representações, Nossa Senhora do Desterro é desenhada sobre um jumento, com o menino Jesus nos seus braços e com José ao seu lado, em pé.

Embora essa cena retrate a fuga dos três, a Virgem é sempre representada com uma fisionomia serena e segura, algo que transpassa e reitera a confiança que devemos ter para com os propósitos divinos, apesar de não conseguirmos entendê-los sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *